sexta-feira, 10 de junho de 2016

Capitulo Cinquenta e Sete

Casa de Melissa

- Bom dia Rosa. A minha mãe onde está?
- Já foi trabalhar.
- Mas tão cedo?
- Ela disse que tinha umas coisas pendentes pra resolver e pediu pra te avisar que se você for almoçar
com ela pra ligar avisando.
- Eu queria almoçar com ela, contar de ontem, mas vou encontrar meu pai e minhas irmãs. Você avisa
ela pra mim?
- Claro.
- Ela te falou alguma coisa sobre o meu pai de ontem?
- Contou que ele pediu pra ver a tatuagem. Você falou pra ele?
- Sim. Mas ele não disse nada, ficou calado.

Escritório de Lara

- Bom dia Natalia. - diz Lara entrando na sala da ex cunhada.
Look: Lara  Look: Natalia
- Bom dia Lara. Tem um contrato de uma empresa pra você ver. - diz entregando o contrato.
- Como foi a reunião familiar desse final de semana? - pergunta Lara sarcástica.
- Foi legal, como todas as outras.
- Agora deve esta diferente, tem pessoas novas. - fala ainda no mesmo tom.
- Ah sim. - diz Natalia sem graça.
- Só espero que vocês não ignore minhas filhas.
- Jamais. Não temos motivo nenhum pra isso.
- Com licença dona Lara. - diz a secretária interrompendo. - A dona Thais está na sua sala.


Prefeitura

- Nicole. - chama Victoria.
- Oi Vickie. tudo bem?
 Look: Nicole  Look: Victoria
- Veio falar com o Cesar?
- Vim pra gente almoçarmos, mas ele entrou em uma reunião com seu pai.
- Aconteceu uma coisa meio urgente, mas podemos ir juntas almoçar. - convida Vickie.

Restaurante

- Não deveríamos ter vindo aqui Bia. - fala Melissa que via Henrique com as filhas.
- Porque não? - fala Bia sem perceber.
 Look: Melissa
- Porque o Henrique está aqui com as filhas.
- E uma delas é a sua. - diz Bia depois de ver eles. - Vamos lá cumprimentar.
- Não. Vamos sentar aqui.
- Mãe? Que surpresa! - diz Geovana que se aproximava delas.
- Realmente uma surpresa. - diz Melissa.
- Vamos lá quero apresentar minhas irmãs.
- Uma outra hora Gi, precisamos comer rapido, temos que voltar logo.
- Tudo bem então. - diz e volta pra mesa do pai e das irmãs.
- Ele não para de olhar pra cá. - diz Bia.
- Vou no banheiro. Faz o pedido? -fala Melissa e já levanta.
- Mãe? - diz Geovana no banheiro.
- Oi Gi. - responde ela.
- Você não ficou chateada?
- Porque ficaria? Porque encontrei seu pai com as filhas, ou porque você preferiu almoçar com eles, ou porque ele me olha com ódio no olhar?
- Ah mãe, sinto muito. Se eu soubesse que a gente ia vim aqui eu te avisava.
- Não se preocupe Gi, nós vamos nos encontrar de qualquer jeito e sempre vai ser assim. Vamos voltar, que tenho que comer rápido e voltar pra trabalhar.
 Look: Mirela  Look: Fernanda
- Adoro esse restaurante, aqui a gente encontra todo mundo. - diz Fernanda entrando com Mirela.
- Quem queremos e não queremos ver. - diz Mirela que via Henrique de um lado e Melissa do outro.
- Queria ter visto o encontro, deve ter sido tenso. - diz Fernanda. - Vamos cumprimentar alguém?
- O Henrique e as meninas claro. - fala Mirela.
- Vamos embora Bia? - fala Melissa.
- Mas nem acabei de comer e você mal tocou na comida.
- Eu perdi a fome. Eu vou pagar a conta enquanto você termina.
- Ah meu Deus! - diz Fernanda.
- O que foi Fernanda? - pergunta Mirela.
- O Henrique esbarrou na Melissa. - diz Fernanda que observava.

- Desculpa. - fala Henrique que esbarra em Melissa no balcão enquanto terminava de falar ao telefone. - Se machucou? - pergunta ele segurando nos braços dela pra evitar que a caísse.
- Não, estou bem. - diz ela quase sem ar.
- Vamos amiga. - chama Bia. - Já pagou a conta?
- O que aconteceu? - pergunta Geovana quando o pai volta pra mesa.
- Não aconteceu nada, só esbarrei em sua mãe. - diz ele sem graça.

Casa de Cesar e Nicole

- Está tudo bem Henrique? - pergunta Cesar vendo o irmão distraído.
- Está sim. Amanhã é a audiência da guarda das meninas. - diz Henrique.
- Não precisa se preocupar, vai dar certo. - diz Cesar.
- Hoje encontrei a Melissa no restaurante.
- Encontrou como?
- Ela estava almoçando com uma amiga e eu com as meninas.
- Aconteceu alguma coisa?
- Teve um momento que sai pra atender uma ligação e acabei esbarrando nela.
- E você sentiu o coração acelerar?
- Sim, mas não quer dizer nada, eu ainda estou muito magoado.


Casa de Clara

- Fábio, está em casa? - diz Clara chegando em casa.
 Look: Clara
- Estou aqui no quarto com o Cauã. - diz Fábio.
- A Miriam disse que você saiu mais cedo hoje.
- O Cauã está com febre, fui levar ele no medico.
- O que o medico disse?
- Que não é nada grave, passou uns antibióticos.
- Fica bom logo meu lindo. - diz Clara acariciando a cabeça dele. - Vai tomar banho eu fico
com ele.
- Depois eu vou, vou esperar baixar a febre.

- Pai, chama a minha mãe. - diz Cauã delirando.
- Sua mãe não está aqui filho.
- Liga pra ela vim. - diz o garoto quase chorando. - Estou com saudade dela.
- Dorme um pouquinho que o papai vai ligar.
- Que cara é essa? - pergunta Clara depois que sai do banho.
- O Cauã está chamando pela mãe.
- Deve ser o delírio da febre.
- Acho que a febre é saudade da mãe. - fala Fábio.