domingo, 14 de agosto de 2016

Capitulo Sessenta e Nove




Fábrica Salgari

- Estava esperando você chegar. - diz Fernanda na recepção da empresa.
 Look: FernandaLook: Mirela
- Porque? - diz Mirela.
- Vou trabalhar hoje com o Edu em Gaia. Vou ajudá-lo na nova produção.
- Que bom, mas tem alguma outra coisa que quer me falar?
- Sim. O Henrique está com aquele mal humor.
- E você vai me deixar sozinha com ele?
- Sinto muito e boa sorte. Preciso ir o Edu já está me esperando.

Posto Policial

- Recebi uma pista, vamos verificar? - diz Sara para Tiago.
- Claro. Onde é?
 Look: Sara
- Aquele barco tem feitos passeios estranhos. - diz Sara no cais.
- Bom dia senhor, sabe onde posso encontrar o dono daquele barco? - pergunta Torres para um pescador.
- Ele não apareceu ainda hoje.
- Vamos lá da uma olhada. - diz Sara.
- Olhando parece normal. - diz Torres.
- Todos parecem. Mas esse não é um barco de transporte. O que procuramos tem que ser um maior. - diz Sara.
- Como um navio?
- Sim, como um navio.




- Foi um episódio muito bom. -fala Carol para Geovanna que conversavam sobre séries em frente à biblioteca.
- Vou assistir hoje.
- A minha vó chegou. - diz Carol.
- Oi vó. - diz Geovanna que vai até o carro da um beijo na vó, enquanto que Carol já entra no carro.
- Não quer que te deixa em casa? - oferece Alice.
- Não precisa vó. Eu já liguei pra o motorista vim.
- Alô! Oi mãe. - fala Geovanna ao telefone enquanto anda.
< - O motorista vai atrasar um pouco, eu pedi pra ele pegar umas coisas pra mim. - diz Melissa. >
- Tudo bem mãe. Vou esperar no Café em frente da escola. Beijos.
- Oi Geovanna. O que tá fazendo sozinha aqui. - fala um garoto da escola.
- Estou esperando a minha mãe. - diz é continua andando.
- Calma aí, vamos conversar um pouco.
- Diz o que quer logo André. - fala ela.
- O que acha de ir na minha casa agora, meus pais estão trabalhando, não tem ninguém em casa.
- Você tá louco. Nunca que irei.
- E porque não. Você acha que é melhor que as outras. - diz ele segurando no braço dela.
- Solta meu braço André. - diz ela irritada.
- Não vou te soltar, até que você queira sair comigo.
- Eu já disse pra você me soltar.
- Você não ouviu ela falar não. - diz Pedro que passava no momento é enfrenta o outro garoto. - Deixa a garota em paz.
- Não se mete cara. - diz André.
- Você não ouviu eu dizer, deixa a garota em paz e cai fora. - diz Pedro pronto pra bater em André.
- A gente se fala em outro momento Geovanna. - diz o garoto que vai embora.
- Obrigada. - diz Geovanna para Pedro.
- Ele te machucou?
- Ele apertou meu braço com força.
- Você o conhece?
- Ele é da minha escola, é um idiota.
- Quer que te acompanho até sua casa?
- Não precisa, o motorista da minha mãe já está vindo me buscar. Vou esperar no Café em frente à escola.
- Eu te acompanho até lá.
- Obrigada mais uma vez.  Eu não sei o seu nome?
- Pedro. O seu é Geovanna?
- Sim. Prazer Pedro.

Atelier de Emilie

- Olá! - diz Fábio entrando no atelier.
 Look: Emillie
- Oi meu amor. Só um instante. Onde está o Cauã?
- Eu não trouxe ele.
- Vou preparar alguma coisa pra gente comer. - diz ela.
- Podemos ir direto pra sobremesa? - fala Fábio malicioso já beijando ela.
- Claro. - diz que correspondia aos beijos dele.

Casa de Sara

- Não precisa incomodar dona Rita. - diz Sara para a vizinha
- Não é incomodo Sara. Sei que não tem tempo de preparar uma comida todos os dias.
- Hoje foi um dia desses. Eu ia preparar um lanche pra nós dois.
- Quando não tiver tempo é só avisar que faço alguma coisa para vocês.
- De maneira alguma. Só um instante dona Rita. - diz ela pegando o celular que tocava. - Alô!
Onde? Estou indo.  - diz e desliga.
-Vai precisar sair? - pergunta Rita.
- Vou. É um caso que estamos trabalhando.  diz ela e chama o filho. - Pedro.
- Estou aqui mãe. Vai sair? - diz ele que via ela com o casaco e a chave do carro na mão.
- Sim. Volto assim que puder. A dona Rita trouxe comida.
- Eu sei.
- Se precisar me liga. - diz e sai acompanhada de Rita.


Familia Sampaio

- Bom dia pai. - diz Sara.
 Look: Sara
- Bom dia vô. - fala Pedro.
- Bom dia. - responde Sampaio.
- Minhas cunhadas já chegaram? - pegunta Sara.
- Só a Emillie. A Viviane vai atrasar um pouco, a mãe dela está no hospital.
- Vou lá ajudar a Emillie. - antes de entrar na casa o telefone dela toca. - Alô! - Oi Torres. Claro. Te encontro no local.
- Trabalho? - diz Carlos.
- Sim. Avisa a Emillie pra mim pai.


Casa de Clara

- Você vai almoçar na sua tia? - pergunta Fábio.
- Não, eu vou com você. - diz Clara.
Look: Clara
- Serio? - fala ele surpreso.
- Não quer que eu vá?
- Fico feliz que você vai.
- Eu quero que funcione as coisas entre nós Fábio e sei que sua familia é importante.
- Sim, minha familia é. Vamos então.


Casa de Alice

- Está com uma cara de cansada Nicole. - observa Alice.
Look: Nicole
- Estes ultimos dias de faculdade estar de matar.
- Pelo menos já esta a acabar. Vai sentir aliviada depois.
- Será que o Henrique sabe que a Lara vai vim aqui hoje mãe? - fala Natalia.
 Look: Natalia Look:Mirela
- Eu avisei ele. - diz Alice.
- Será que é por isso que ele estava mal humorado ontem? - fala Mirela.
- Não é isso não. - diz Nicole.
- Você sabe porque Nicole? - pergunta Mirela.
- Não tenho certeza, eu só ouvi uma parte da conversa dele com o Cesar. - diz ela.
- Conta pra gente. - insiste Mirela.
- A Lara chegou vó. - diz Carol.
- Vou receber ela. - diz Alice se levantando.

Família Sampaio

- Onde está a mãe? - pergunta Fábio para o pai logo depois que chegam.
- Ela ligou e já está saindo. - diz Carlos.
- Saindo de onde?
- Ela estava trabalhando hoje. Estava de plantão. Logo ela está em casa.
- Chegamos. - diz Viviane acompanhada do marido e filhas.
- Como está a sua mãe? - pergunta Carlos.
 Look: Viviane
- Está melhor.
- Bom dia. - diz Sara chegando. - Oi Fábio, oi Clara bem vindos.
- Você está chegando agora? - pergunta Viviane.
- Sim. - responde Sara.
- Você chegou agora também? - diz Sara.
- Acabei de chegar.
- Quem está ajudando a Emilie? - pergunta Sara.
- Eu ajudei a cortar batatas. - fala Carlos.
- Já está tudo pronto. - diz Carla vindo da cozinha.
 Look: Carla Look: Paula
- Vou arrumar a mesa. - diz Viviane.
- Eu vou ficar aqui fazendo companhia pra Clara. - fala Sara.
- Quem que está fazendo o almoço Sara? - pergunta Clara.
- A Emilie. Sempre que a mamãe está de plantão a gente quem faz almoço.
- Você sempre acha uma desculpa tia Sara. - diz Paula.
- Sempre sobra pra tia Emy e para minha mãe. - diz Carla.
- Verdade, não lembro uma vez que a tia Sara fez o almoço. - diz Paula.