terça-feira, 23 de agosto de 2016

Capitulo Setenta e Dois

Atelier de Emilie

- Você ainda não procurou casa pra morar? - pergunta Luísa.
- Não ainda.
- Deveria ter ficado na minha casa. Ainda mais agora com o Cauã.
- Aqui é bem complicado mesmo ficar com ele.
- Ao lado da minha casa tem uma a venda. Podia ir ver.
- Vamos na hora do almoço.

Construtora Barone

- Ouvir a Clara dizer que convidou seus pais para jantar. - fala Gustavo.
- Sim. Ela agora está mais próxima da minha família.
- E essa cara porque?
- Eu sempre quis isso. Mas eu fico na dúvida se ela não estar fazendo isso por causa da Emilie.
- Se for ou não, ela está recuperando o tempo perdido.

Casa de Melissa

- Pensei que fosse sair com seu pai. - fala Melissa para Geovana que estava a assistir Tv.
- Ele foi jantar com minhas irmãs e mãe delas.
 Look: Geovana  Look: Melissa
- Com a Lara?
- Elas querem juntar os pais novamente.
- E eles querem?
- A Sofia disse que a mãe dela ficou bem animada com o jantar. Já o pai eu não sei.
- Mas não foi ela que não quis mais seu pai.
- Talvez se arrependeu.

Casa de Luísa

- O que achou da casa Emilie? - pergunta Elias.
- Eu gostei Elias, amanhã vou falar com a imobiliária.
- Acho que essa casa foi feita pra você mesma. - diz Luísa.
- Também acho. - fala Emilie.
- E vai querer que continue a trabalhar com você?
- Claro que sim.
- Essa casa vai ter muito trabalho e claro continuar ajudando a cuidar do Cauã.

Casa de Clara

- Estava muito bom o jantar Clara. - elogia Laura.
- Obrigada. - agradece ela.
 Look: Clara  Look: Laura
- Espero que venha mais vezes. - fala Fábio.
- Claro, vamos vim sim. - diz Carlos.
- O Cauã já dormiu? - pergunta Laura.
- Ele estava cansado, já deve está dormindo. - diz Clara.
- Leva ele em casa amanhã Fábio, vamos estar o dia todo lá. - fala Laura.
- Eu levo sim.

Casa de Lara

- Pai, porque não dorme aqui hoje? - fala Júlia.
Look: Sofia  Look: Julia
- O pai precisa ir pra casa meu amor. - diz ele.
- Se você ficasse a mãe vai ficar muito feliz.
- Porque está dizendo isso?
- Não viu como ela estava feliz.
 Look: Lara Look: Henrique
- Olivia já dormiu. - diz Lara chegando na sala.
- Mãe, o pai pode dormir aqui? - fala Sofia.
- Se ele quiser pode.
- Um outro dia. Eu preciso ir agora. - diz se levantando e dando um beijo nas filhas.




- Quando posso me mudar? - pergunta Emilie para o corretor de imóveis.
- Quando quiser. Aqui estão as chaves. - diz o corretor.
- Obrigada.



Família Sampaio

- Passei no atelier da Emilie, e ela não estava. - fala Fábio.
- Faz uns dias que ela não vem aqui. - diz Carlos.
Look: Carlos Look: Fábio
- E já faz uns dias que ela não fica com o Cauã.
- Porque?
- Um dia nos fomos na irmã da Clara, no outro na tia, depois viemos aqui e ontem vocês foram lá.
- Que estranho. - diz Carlos.
- O que é estranho meu bem? - fala Laura que chegava.
- O Fábio estava aqui dizendo que a Emilie não ficou nem um dia com o Cauã essa semana.
- Sera que aconteceu alguma coisa? - fala Carlos.
- Foi uma semana corrida. Pode ser isso. Mas o que é estranho mesmo é ela não me ligar e nem atender minhas ligações.
- Ela deve estar cheia de serviço, mas o Cauã disse que viu ela essa semana sim. Ela foi na escolinha ver ele. - fala Laura.

Casa de Emilie

- A casa já é sua? - fala Luísa.
- Sim. - diz Emilie mostrando as chaves da casa.
- Que bom que conseguiu. Agora só falta os móveis e sua casa estará pronta.
- Já vou providenciar isso. - diz Emilie que pegava o celular. - Alô! Silvana. Preciso dos seus serviços com urgência.
Look: Luisa  Look: Emilie

A decoradora passa todo o final de semana comprando os móveis e fazendo a decoração da nova casa de Emilie.
Enquanto ela estava a ajudar a decoradora a comprar e escolher os móveis para a casa, Fábio liga algumas vezes para ela que não ouve o celular tocar, devido ao barulho da movimentação das pessoas na casa.
Assim como Sara e Laura também liga e o telefone acaba ficando sem bateria e desligando.


Casa de Melissa

- Que pressa é essa? - fala Melissa vendo Geovana comer apressadamente.
- Preciso ir mãe, o Pedro está me esperando.
- Esperando onde?
- No portão de casa.
- E porque ele não entra?
- Porque estamos atrasados pra escola. - diz ela dando um beijo na mãe e saindo.
- Geovana. - chama ela sem sucesso, a menina já havia saído.

Construtora Barone

- Bom dia. - fala Fábio.
- Bom dia. Você não está com uma cara boa. - diz Gustavo.
- Não falei com a Emilie esses dias.
- Entendi o motivo. Saudades.
- Não é só isso. Alguma coisa estar acontecendo.
- Como o que?
- Como ela não querer falar comigo. Eu liguei e ela não atendeu. Fui no atelier e ela não estava.
- Ela não está na casa das irmãs?
- Não verifiquei, mas e porque não atendeu minhas chamadas.
- Talvez ela está afastando, porque a Clara agora está se aproximando da família.
- Eu pensei isso. Na hora do almoço eu vou lá novamente.


Casa de Emilie

- Vai ficar alguém aqui pra receber as mercadorias Emilie? - pergunta Silvana.
- Eu vou estar aqui o dia todo.
- Ótimo, eu vou precisar ir ao meu escritório, mas antes podemos ver a decoração do quarto do Cauã.
- Vamos ver. - diz ela e começa a ver os modelos no notebook.




Atelier de Emilie

- Olá Andreia. - fala Fábio.
- Oi Fábio.
- A Emilie está?
- Não. Ela ligou e disse que não vem hoje.
- Ela disse porque, ou onde estava?
- Não disse. Só disse isso e logo desligou.
- Mas ela está bem?
- Ela pareceu bem sim.

Casa de Emilie

- Você não vai ver o Cauã? - pergunta Luísa.
- Preciso ir ver ele, não estou aguentando de tanta saudade. - fala Emilie.
- Eu também estou com saudade dele, se não fosse essas coisas que estão chegando eu iria com
você. - fala Luisa.


Escolinha

Fábio que estava preocupado sem notícias de Emilie, passa na escolinha de Cauã pra saber se ela havia ido lá.
- Ela sempre vem na hora do intervalo, mas hoje ela não veio. - diz a professora e deixa Fábio mais preocupado ainda.

Posto Policial

- Fábio? O que está fazendo aqui? - fala Sara surpresa.
- Você falou com a Emilie? - pergunta ele.
- Não. Liguei ontem e caiu na caixa postal. Aconteceu alguma coisa?
- Não consigo falar com ela, estou preocupado. E hoje ela não foi ver ele na escolinha.
- Já foi no atelier?
- Fui, ela não estava e a funcionária dela disse que ela não ia hoje.
- Talvez está em Vila Nova de Gaia, na casa da irmã.
- Eu não tinha pensado isso. Vou ligar pra Alina.


Família Sampaio

- Oi Fábio. - diz Laura abrindo a porta para o filho e neto.
- Boa noite mãe.
- Que surpresa você aqui na segunda feira.
- Fui levar o Cauã pra ver a Emilie e ela não estava.
- Já jantou?
- Não.
- Janta com a gente então. Esta quase pronto.
- O pai onde está?
- Na biblioteca.

Casa de Emilie

- Que canseira Luísa. - fala Emilie deitando no sofá.
- Você não parou hoje.
- Quero terminar logo.
- E nem foi ver o Cauã hoje.
- Não deu tempo. Amanhã vou logo cedo ver ele.
- Vai precisar de mim ainda?
- Nao, pode ir descansar que eu vou fazer o mesmo.

Família Sampaio

- O que você tem Fábio? - pergunta Carlos vendo a cara de preocupado do filho.
- Você comeu pouco. - diz Laura.
- Estou preocupado com a Emilie.
- Não conseguiu falar com ela? - pergunta Carlos.
- Não pai.
- Ela não foi ver o Cauã, não foi trabalhar hoje e não estava hoje à noite.
- Ela viajou a trabalho?
- Pode ser.



Fábrica Salgari

- Bom dia, o Henrique já chegou? - pergunta César para a secretária.
- Já sim senhor, pode entrar. - diz a secretária que fica se abanando depois que César entra.
- Bom dia! - diz Mirela e ri da secretaria. - Que calor é esse Lidia?
- Desculpa dona Mirela, mas esse seu irmão é de tirar o fôlego.
- O Henrique?
- O dr. César.
- Ele está aqui?
- Você veio aqui só pra falar isso? - fala Henrique na sala dele.
- Claro, fiquei preocupado e queria ouvir de você.
- Essa deve ser uma decisão minha.
- Vocês estão discutindo porque? - fala Mirela que entrava na sala.
- Não estamos discutindo. - diz Henrique.
- Então porque estão alterados.
- Você sabia que o Henrique está pensando em voltar para a Lara?
- Não. - fala Mirela surpresa. - De onde tirou essa ideia Henrique?
- Eu não entendo a surpresa de vocês, nos fomos casados esqueceu.
- Parece que você que esqueceu o quanto sofreu. - diz César. - Ou melhor o quanto ela te fez sofrer.






Emilie sai cedo e vai direto na escolinha de Cauã.
A diretora libera ele pra ficar um tempo com ela.
Depois que sai da escola vai direto pra o atelier.

- Dona Emilie, bom dia.
- Bom dia Andreia, como vai as coisas por aqui?
- Vai bem. E a casa nova?
- Quase pronta. Eu só vim pegar umas coisas pra levar pra lá.

Construtora Barone

- Esse espaço aqui pode ser maior. - diz Gustavo mostrando em uma planta para Fábio que estava distante. - Fábio!
- Oi. - diz ele voltando dos pensamentos.
- Que planeta estava.
- Desculpa Gustavo, não consigo parar de pensar nesse desaparecimento da Emilie.
- Já falou com as irmãs dela?
- Falei com a Alina, ela tinha falado com ela no sábado e disse que estava bem. E a Melissa, não falei. Vou ligar pra ela. - diz é já faz a ligação.
📞  F: Alô Melissa. >  M: Oi Fábio. / F:Você falou com a Emilie por esses dias? \M: Na verdade não. Porque?/ F:Eu não consigo falar com ela, queria saber se ela está bem. / M:Eu creio que sim. / F:Ela está aqui na cidade? / M:Está sim, ligou pra ela? / F:Ela não atende. / M:Aconteceu alguma coisa entre vocês? Talvez ela não queira falar contigo. / F: Não aconteceu nada, mas tem razão, deve se isso. De qualquer forma é bom saber que ela está bem. Até mais Melissa.

- O que aconteceu? - pergunta Ronnie depois que Melissa desliga o telefone.
- Acho que a Emilie está fugindo do Fábio. - diz Melissa.
- Será?
- Ela não está atendendo as ligações dele. - diz ela que já discava para a irmã. - E nem a minha, o telefone está desligado.
- Ela está aqui na fábrica. - diz Ronnie.
- A Emilie?
- Sim, acabei de falar com ela.


Café Doce Sabor

- Você já tem que ir? - fala Pedro em frente ao Café para Geovana.
- Tenho que estudar e você trabalhar. - diz ela.
- Tem razão. Te vejo amanhã então.
- Até amanhã.
- Quem é aquela garota que estava conversando lá fora? - pergunta Paula que chegava.
- A Geovana.
- Vocês já estão namorando?
- Não ainda.

Fábrica Perini

- Emilie? - chama Melissa.
- Oi Melissa, tudo bem? - diz cumprimentando a irmã.
- Tudo e você? Esta sumida. Faz uns dias que não nos falamos.
- Eu estive ocupada esses dias. Comprei uma casa e estou arrumando.
- Comprou? Que beleza. Onde?
- Ao lado da casa da Luísa. Quando estiver pronta eu vou fazer jantar pra nós.
- Nos quem?
- Eu você, Alina e seus filhos.
- Claro. Quando fica pronta?
- Hoje. Só falta uns detalhes. Vim pegar uma lustres pra sala de jantar.
-O Fábio ligou perguntando de você.
- Não falei mais com ele.
- Percebi mesmo.
- Aqui estão dona Emilie. - diz um funcionário com uma caixa na mão.
- Deixa eu ver. - pede Melissa ja abrindo a caixa. - Que lindo Emilie. Esse é o mais bonito que temos.
- Eu sei. Pode levar no carro pra mim? - pede ela pra o funcionário.
- Vamos jantar amanhã na sua casa? Já quero conhecer.
- Vou ligar pra Alina se ela vai poder vim e depois te confirmo.





Fábio chega em casa e deita no sofá triste e pensando em Emilie. Fica relembrando os momentos com ela.

Família Salgari

- Eu não acredito que o Henrique está pensando mesmo em voltar para a Lara. - fala Alice.
- O César foi falar com ele hoje. - diz Mirela.
- Sabe de alguma coisa Naty? - pergunta Alice.
- Não sei mãe. Sei que eles jantaram juntos.
- Então vai acabar voltando sim. - diz Alice.
- As meninas estavam com eles. - fala Natalia.
- Ele sempre foi louco por ela. - diz Alice.
- Até a  Melissa voltar. Porque ele gosta mesmo é da Melissa. - fala Mirela.
- Mas não dá o braço a torcer. - diz Natalia.

Casa de Emilie

- Bom dia. - fala Luísa.
- Bom dia Luísa, depois do pequeno almoço vou no atelier, quer ir comigo?
- Vamos sim.
- Hoje minhas irmãs vão vim jantar aqui.
- O que vai querer que prepara?
- Vou marcar pra você.


Villa 211

- Olha só quem está chegando? - fala Mirela pra Fernanda e Henrique.
- Quem? - pergunta Fernanda e já olha pra porta.
O coração de Henrique bate mais forte quando ver Melissa, mas ele disfarça.
- Ela é linda demais. - fala Fernanda.

- Ainda não falou com o Fábio? - pergunta Melissa.
- Quero evitar o máximo que puder. - diz Emilie.
- Acho que por agora não vai dá pra evitar. - diz Luísa.
- Porque? - pergunta Emilie.
- Ele acabou de entrar com a Clara. - fala Melissa.
- Espero que ele não nos veja. - diz Emilie.
- Impossível. Onde estamos todos nos ver e ele está vindo em nossa direção. - diz Luísa.
- Já sentou, despreocupa. - diz Melissa.
- E ele com a Clara não vai se aproximar. - fala Luisa.


Casa de Emilie

- Ficou linda sua casa Emilie. - diz Melissa.
- Demorou pra comprar uma casa, mas acertou. - fala Alina.
- Obrigada garotas. - agradece Emilie.
- O Rafael não veio porque? - pergunta Melissa.
- Ele está trabalhando. - diz Alina.

Família Sampaio

- Você viu ela no restaurante? - pergunta Sara.
- Sim, mas não falei com ela.
- Porque não perguntou porque ela sumiu?
- Eu estava com a Clara. Mas ela estava com a Luísa, que era baba do Cauã. - diz Fábio.
- Então, ela está na casa da Luísa. - fala Sara.
- Amanhã eu vou lá. - diz Fábio.
- Alguém soube da Sara? - pergunta Laura.
- O Fábio viu ela no restaurante hoje. - diz Sara.
- E ela está bem?
- Não falei com ela. Mas parecia estar bem.



Atelier de Emilie

- Vou levar essas caixas pra lá Luísa. - fala Emilie que separava umas coisas pra levar pra casa dela.
- Vou levar no carro. - diz Luísa.
- Quero ir conhecer sua casa Emilie. - fala Andreia.
- Claro Andreia, pode ir agora com a gente se quiser.
- Claro quero sim.

Posto Policial

- Já fez o relatório daquele caso que fechamos? - pergunta Sara para Torres.
- Ainda não. Queria que me ajudasse.
- O que precisa.  - diz Sara.
- Tem uma chamada, vocês podem ir ver o que aconteceu? - fala o tenente.
- Claro. - diz eles felizes que não vai precisar fazer o relatório.
- Ah, quero o relatório pronto até o final do dia. - diz o tenente.

Casa de Emilie

- Você não vai querer usar o ateliê da loja mais Emilie. - diz Andreia vendo que o espaço é bem maior que o outro.
- Acho que só de vez em quando.
- Espero que sim, porque se você não for lá eu vou ficar sozinha.
- Não se preocupe, eu não vou abandonar lá.
- O almoço está pronto. - diz Luísa.

Café Doce Sabor

- Oi dona Rita, o Pedro está? - pergunta Sara.
- Está lá dentro. Pode entrar Sara.
- Oi mãe. - diz Tiago dando um beijo na mãe.
- Vai jantar em casa hoje.
- Não sei mãe, eu e a Sara pegamos um caso e vamos a Lisboa averiguar umas coisas e não sabemos que horas vamos chegar.
- Se quiser pode deixar ele em casa Sara. - fala Rita.
- Não é preciso dona Rita, eu já falei com meu pai, ele vai passar para pegar o Pedro.


Casa de Henrique

- Já tirou da cabeça a ideia de voltar para Lara? - pergunta Edu.
- Eu não sei porque vocês preocupam tanto. - fala Henrique.
- Porque somos seus irmãos e queremos te ver bem. - diz Natália.
- E nos sabemos como você ficou quando se se separaram. - fala Mirela.
- Eu principalmente sei. - diz César.
- Talvez dessa vez seja diferente.
- Talvez não. - diz Mirela.
- Eu ainda não entendi porque você quer voltar pra ela. - fala Edu.
- Vocês sabem muito bem o quanto eu gosto dela. - diz Henrique.
- E sabemos também o quanto ela não gosta de você. - fala Natália.
 - Tudo isso pra fugir do que sente pela Melissa. - fala César.
- Não sei do que está falando. - fala Henrique se fazendo de desentendido.
- Ele está falando do que é óbvio. - diz Mirela.
- Vocês vieram aqui hoje pra falar sobre isso?
- Exatamente. - diz César.

Casa de Melissa

- Hoje não tem visita do seu pai e nem do seu amigo. - fala Melissa.
- O meu pai ia jantar com os irmãos dele é o meu amigo já falei com ele hoje.
- Gosto dele, acho que seria um namorado legal.
- Mãe, eu e ele somos amigos.
- Mas pode se tornar namorados.
- Se meu pai te ouve falar isso. Ele é muito ciumento, se depender da aprovação dele nunca vou namorar.
- Porque você é nova pra começar namorar. Ele tem uma certa razão eu acho.
- Mas você começou a namorar cedo.
- Sim. Por isso mesmo que não deve namorar cedo.

Casa de Sara

- Estou tão cansada. - diz Sara quando chega em casa.
- Foi mais cansativo do que pensei que fosse.
- Pelo menos ficamos livres do relatório. - fala Sara enquanto prepara uma bebida pra eles.
- Por hoje. - diz ele pegando o copo da mão dela.
- Acho que a pior parte do nosso serviço é quando temos que fazer o relatório. - diz Sara sentando ao lado dele.
- Na verdade não. - diz ele.

Fábrica Perini

- Bom dia! - diz Emilie.
- Bom dia! - responde Melissa.
- Que faz aqui tão cedo?
- Vim buscar umas peças pra loja.
- Ah bom.
- Achou que eu queria trabalhar aqui?
- Não seria má ideia. Sabe que queria que trabalhasse comigo.
- Eu sei. Mas eu gosto do que faço.
- Aqui não é tão diferente do que faz.
- Mas você sabe que quando precisar de ajuda, pode me chamar.

Villa 211

- Então você comprou uma casa? - fala Viviane para Emilie.
- Achei do jeito que queria.
- Vai nos convidar pra ir conhecer quando ficar pronta?
- Claro que sim. Mas já está pronta.
- Esses foi um dos motivos que sumi essa semana, pra deixar a casa pronta.
- Um dos motivos? Qual foi o outro?
- Acho que você sabe Viviane.
- Não está falando da Clara está? Não acredito que vai deixar de ir em casa por causa dela.
- Eu só não quero atrapalhar a relação dela com vocês, eu lá, sei que isso acontece.
- Claro que não.
- Oi tia. - diz Paula que chegava.
- Oi Paulinha.
- Estamos com muita saudade sua. - diz Paula.
- Está ouvindo. - diz Viviane para Emilie.

Construtora Barone

- Sr. Fábio, tem alguém querendo falar contigo. - diz a secretária.
- Quem é? - pergunta ele.
- A Emilie.
- Manda entrar. - diz ele com um misto de ansiedade.
- Boa tarde. - fala Emilie quando entra.
- Como vai Emilie? - fala Gustavo. - Eu vou lá fora.
- Não precisa sair Gustavo, eu não vou demorar.
- Eu estava mesmo indo pegar um café. - fala Gustavo e já sai.
- Senta Emilie. Esta tudo bem?
- Eu estou bem. Eu só queria saber se posso passar o final de semana com o Cauã.
- Sim. Eu passei no atelier esses dias e não te encontrei.
- Eu comprei uma casa... - fala ela.

- Quem está na sala com o Fábio? - pergunta Clara para a secretária que viu o Gustavo do lado de fora e uma silhueta feminina na sala deles.
- A Emilie. - diz a secretária.
- Eu levo o Cauã na sua casa. - fala Fábio.
- Emilie não sabia que estava aqui. - diz Clara entrando.
- Já estou de saída. - diz ela.
- Fica a vontade, eu vim falar com o Gustavo, ele não está vou procurar por ele. - diz Clara.
- Eu já estava mesmo de saída. - diz Emilie. - Eu vou pegar o Cauã na escolinha e levo ele na sua casa no domingo à noite. - fala é já sai.

Casa de Emilie

- Achei que ia está feliz com o Cauã aqui. - fala Luísa que via a amiga pensativa.
- Eu estou. Estava pensando no Fábio.
- Imaginei que estivesse.
- Ver ele hoje, foi pra saber que não vai ser fácil esquecer ele.


Casa de Clara

- Porque está tão pensativo. - diz Clara sentando no colo de Fábio.
- Não é nada. O jantar está pronto?
- Estava pensando que poderíamos ir jantar fora.
- Estou com um pouco de dor de cabeça, preferia ficar em casa.


Casa de Sara

- Oi Tiago. - diz Sara abrindo a porta.
- Boa noite. Eu combinei com o Pedro pra sair.
- Onde vocês vão?
- No cinema. - diz ele.
- Toda essa produção é pra ir ao cinema? - fala Sara quando o filho aparece.
- Não tem nada de produção aqui. - diz Pedro.
- Quem são as garotas?
- Não tem garotas.
- Não? - fala ela sem acreditar é esperando que eles contem.
- É uma menina da minha escola que o Tiago conhece a mãe.
- Você vai sair com a mãe e ele com a filha.
- A mãe dela é apenas minha amiga e ela não vai.
- História mal contada. - fala Sara.

Família Sampaio

- Acho que ela está com ciúmes da Clara. - fala Viviane.
- E a Clara com ciúmes dela. - diz Laura.
- Pelo menos o ciúme da Clara fez ela se aproximar de nos.
- Mas o ciúme da Emilie está afastando.
- Boa noite. - diz Sara.
- Boa noite. - responde elas.
- O Pedro não veio? - pergunta Laura.
- Saiu com o Tiago.
- Ele se dá muito bem com o Tiago, pois não?
- Sim, ele gosta muito dele.
- So o Pedro que gosta muito dele? - fala Viviane.
- Não percebi. - fala Sara.
- Vai dizer que nunca olhou ele com outros olhos.
- Claro que não, somos colegas de trabalho apenas isso.