domingo, 4 de outubro de 2015

Capitulo Oito

Trabalho de Nicole

- Vamos no Tribunal comigo Nicole. - chama Rodrigo advogado onde ela trabalha.
- Vamos sim. - diz ela e sai os dois em direção ao Tribunal.


- Dr. Rodrigo, como vai? - cumprimenta Cesar o colega na entrada do Tribunal.
- Dr. Cesar! Seu pai, como vai?
- Vai bem, precisa ir lá fazer uma visita.
- Vou chamar a Debora pra gente ir lá sim.
- Tem audiência hoje também?
- Tenho sim.
- Dr. Rodrigo esses documentos aqui... - diz Nicole se aproximando, mas para de falar ao perceber que o advogado estava acompanhado.
- Essa é Nicole, futura e brilhante advogada. - elogia e os apresenta. - Dr. Cesar é um dos melhores advogados que conheço.
 Look Nicole

- Como vai. - diz cumprimentando com um aperto de mão.
- Vamos entrar, se não vamos chegar atrasados. - diz Dr. Rodrigo interrompendo o clima que tinha ficado entre eles.

Casa de Cesar

A noite Lara e Henrique vão jantar na casa de Cesar.
- Oi Lara, oi Henrique. - cumprimenta Thais os cunhados.
- Boa noite Thais.
- O Cesar tá no escritório, vai lá. - diz Thais ao cunhado. - E você como tá? Os enjoo, tá melhor.
- Bem melhor, nem sinto quase.
 Look Lara   Look Thais


- Ih, to vendo que vou ficar aqui falando sozinho. - reclama Henrique.
- O que? Hã? - diz Cesar distraído. - O que você estava falando?
- E você ainda diz que não tá acontecendo nada.
- Não tá mesmo, só me distrai um pouco.
- Mas vai contar ou não o que tá te distraindo.
- É só uma bobeira, nada demais. Vamos jantar que to morrendo de fome.



Casa de Lara

- Tá acontecendo alguma coisa com o Cesar? Eu achei ele tão distraído. - fala Lara.
- Ele disse que não é nada.
- Eu ia perguntar pra Thais se estava tudo bem com eles, mas acabei esquecendo.
- Se for alguma coisa, depois ele fala.
- Deve ser canseira. Eu vou dormir, essa gravidez me deixa com muito sono.
- Eu acho que vou tirar esse seu sono. - diz ele a abraçando e beijando.


No dia seguinte

Henrique liga para Edu para ir a empresa.

- Oi Henrique, queria falar comigo.
- Entra Edu, quero sim. Senta aí.
- O que aconteceu?
- Aconteceu que eu acho que o Cesar tá desconfiado do seu caso com a mulher dele.
- Claro que não, mas porque você tá dizendo isso?
- Ele está muito distraído, quase nem conversa com a gente. Então acho melhor ou você acaba esse caso, ou conta pra ele.
- Não, você tá louco?
- Louco tá vocês, isso se chama traição e o Cesar é seu irmão, nosso irmão. Se vocês quiserem continuar esse romance, ele precisa saber e ela tem que decidir ou você ou o Cesar.
- Você tem razão, é só um caso, o melhor é acabar antes que torne serio.
- Tudo bem, se vocês não acabarem esse caso, eu vou contar pra o Cesar.
- Contar o que pra o Cesar? - diz Alice que entrava na sala de Henrique.
- Mamãe! - diz os dois ao mesmo tempo.
 Look Alice

- Não é nada mamãe, estávamos só conversando. - diz Henrique.
- Nada sem importância.
- É claro que é alguma coisa importante sim, pela cara que vocês fizeram. - diz sentando. - Me conta, to esperando.
- Mamãe...
- Vamos Edu, quero saber, o que você precisa contar pra o Cesar? - pressiona Alice.
Eles ficam em silêncios e nada falam.
- Tudo bem, não vai falar pra mim, ok, vou ligar pra o Cesar vim aqui e você conversa com ele. - diz Alice firme e seria pegando o telefone.
- Não mãe. - fala Edu.
- Mãe, a senhora sabe de alguma coisa? - pergunta Henrique.
- Sei sim Henrique, infelizmente sei. E você vai agora mesmo acabar com esse... essa palhaçada. - diz Alice que já desconfiava do romance dos dois.
- Vou fazer isso sim mamãe. - diz Edu.
- E depois vai falar com seu irmão.
- Mas, mãe.
- Nada de mas. - diz Alice seria. Vai. - diz fazendo sinal pra que o filho saia.

Edu vai até a casa de Thais conversar com ela e faz o que a mãe pediu e terminam o romance que havia entre os dois. Mas não tem coragem de falar pra o irmão, deixando na responsabilidade de Thais pra contar.